Proteínas Inflamatórias e Riscos Cardíacos

Tempo de leitura: 1 minuto

As Doenças Cardiovasculares são hoje consideradas a principal causa de morte no mundo. No Brasil, 300mil pessoas sofrem infarto todos os anos. E porque essa realidade não é mudada?!

O mito do colesterol é um dos principais fatores mal compreendidos pelos pacientes e médicos. Por muitos anos o colesterol foi tido como o grande vilão e tratado erroneamente, sendo as gorduras boas como a gordura de porco e o óleo de coco também condenadas equivocadamente e substituídas pela gordura vegetal trans (soja, milho, canola, girassol) causando ainda mais problemas no mundo pois hoje quase tudo é industrializado e conservado nesse tipo de gordura! Hoje diversos estudos vem mostrando o papel das proteínas inflamatórias na doença cardiovascular. Chamamos de Inflamação Subclínica, ou seja, silenciosa, muitas vezes sem sintomas. Podemos verificar essa inflamação através de vários exames como a PCR ultrassensível, a Homocisteína, a lipoproteína A, TNF alfa, Apo A1, Apo B, Fosfolipase A2, interleucinas! Enquanto você fica focado em tratar o seu colesterol essa inflamação silenciosa só aumenta e provém de um conjunto de alterações metabólicas relacionadas ao seu estilo de vida como intoxicações por cigarro, álcool e poluentes do meio ambiente, deficiências hormonais e nutricionais, disbiose, sedentarismo, stress crônico, e principalmente pelos carboidratos e açúcar! Enfim precisamos nos conscientizar de que as doenças cardíacas, assim como as doenças crônicas, degenerativas e o câncer começam anos antes de surgirem os sintomas. E o mais importante não é eliminar as gorduras da sua dieta e muito menos tratar o seu colesterol alto, estamos tratando apenas os sintomas assim. O foco é na sua Inflamação Subclínica e isso requer uma abordagem de mudanças na sua saúde e no seu estilo de vida como um todo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *